Curso de Marketplace Avançado

Flavio · 23 de maio de 2020

Curso de MarketPlace – Criando o seu próprio MarketPlace

No curso de MarketPlace da Escola Ninja WP você aprenderá na prática como criar um marketplace do zero, aprenderá a trabalhar com as principais ferramentas, integrar meios de pagamento profissional e também fazer Split de pagamento.

Preparamos este curso especialmente para você que deseja aumentar o seu leque de serviços vendendo serviço de criação de marketplace, e também para você que pensa e começar um novo negócio voltado para MarketPlace.

Sem sobra de dúvidas os Marketplaces estão ganhando mercado e cada que passa muitos logistas entram para os MarketPlaces.

Mas porquê você deveria criar o seu próprio Marketplace ? A resposta é simples: Nicho.

Não é nenhum segredo que já existem por aí muitos Marketplaces, mas a questão é que MarketPlace de Nicho são poucos, os grandes que já existem não consegue ter mais tantos preços competitivos e como existem muitos concorrentes acabam que os produtos ofertados ficam perdidos no emaranhado de outras opções.

E é aí que nós te apresentamos essa incrível oportunidade de criar o seu próprio negócio de MarketPlace de Nicho e atrair clientes focado em determinados Mercados.

Veja algumas ideias de marketplace para você criar em 2019

  • Marketplace de Plantas exóticas
  • Marketplace produtos Nerd
  • Marketplace de livros usados
  • Marketplace de peças automotivas
  • Marketplace de produtos de luxo
  • Marketplace de moda
  • Marketplace de casa e decoração
  • entre muitas outras ideias

Há nichos de Marketplace que estão muito mas muito esgotados, mas há outros Nichos que são excelentes.

Para quem é o Curso de Marketplace da Escola Ninja WP?

O Curso de Marketplace é voltado para dois publicos principais:

1 – Desenvolvedores de sites, lojas virtuais e negócios para internet.

Você que trabalha com internet poderá expandir os negócios em 2019 oferecendo serviço de criação de Marketplace

2 – Empreendedores digitais

Você que deseja criar o seu próprio negócio de Marketplace e não depender mais dos grandes. Saiba que o mercado de Marketplace movimenta bilhões de reais todos os anos.

 

Mas afinal o que é marketplace?

A tradução mais literal de marketplace, é “local de mercado”. Então, segundo essa tradução, ele pode ser interpretado como um local em que vendedores se juntam para fazer suas vendas. Ele é exatamente isso.

O marketplace é uma espécie de “feira” virtual, em que diversos vendedores se unem em um único local, uma loja com uma marca mais forte, para vender os seus produtos com mais segurança.

O shopping talvez seja uma analogia ainda melhor, já que reúne lojas de setores completamente diferentes, ao contrário da feira que se foca em produtos alimentícios.

De qualquer forma, o marketplace é um local que oferece segurança tanto para vendedores como para compradores.

Essa segurança ocorre em todas as partes do processo.

Os vendedores que atuam nos marketplaces, normalmente, não são tão grandes como as plataformas que oferecem esse serviço.

Por exemplo, digamos que você possua uma loja de artesanato. Para alcançar mais público, e ter mais segurança nas vendas, a loja passa a fazer parte de uma das maiores lojas de varejo online do Brasil.

Então, sempre que alguém pesquisar um produto semelhante ao seu, encontrará a sua loja.

Isso significa que o seu alcance é exponenciado de uma forma que seria praticamente impossível de conseguir de outra maneira. O cliente, encontra o produto, normalmente por um preço mais em conta, e pode comprar com mais facilidade.

Já a segurança existe para ambos os lados. A loja maior, que absorve o marketplace, faz a intermediação entre a venda e o pagamento, garantindo que ambos alcançarão o seu respectivo destino.

O cliente garante que receberá o produto e a loja certamente receberá o pagamento. É por isso que esse modelo é bem favorável para todos os envolvidos, por isso também que ele tem se tornado tão popular.

O preço é outra grande vantagem do marketplace, especialmente para o cliente. Assim como na feira, existem diversos vendedores oferecendo o mesmo produto, fazendo com que seja incentivada uma certa competição por ter o melhor preço.

O cliente fica muito satisfeito por ter sempre uma gama de opções.

A grande maioria das lojas online opta por ter ambas as opções.

Tanto uma loja própria, como uma página em praticamente todos os maiores marketplaces. As vendas de sua loja são, evidentemente, melhores, já que não existe um percentual que é absorvido pelo marketplace, mas a visibilidade desta opção é vantajosa demais para ser deixada de lado.

Para que ele funcione, é preciso que, assim como a loja, ele esteja perfeitamente sincronizado com o estoque, e com quaisquer outros aspectos importantes da logística empresarial, como as campanhas de marketing e comunicação.

Como sempre, com qualquer oportunidade de avanço surgem novos desafios.

No caso, é mais um canal que deve ser gerenciado, mais uma página que deve ser mantida. É importante sempre, apesar de o marketplace ser vantajoso, garantir que ele é positivo para o seu caso. Por isso, é preciso avaliar as taxas cobradas.

Estas podem variar de acordo com o segmento, e com o valor de mercado do produto. Portanto, confira sempre se o valor da taxa será coberto pela margem de lucro a ser conseguida com estas vendas.

Como funciona o marketplace na prática?

Na prática, o marketplace funciona de forma bem simples.

Para o cliente, o processo de compra é praticamente o mesmo.

Ele entra na loja, procura o que deseja, caminha para o carrinho, e faz o pagamento e o fechamento da compra praticamente da mesma forma como se fosse uma compra no próprio site. As opções de pagamento inclusive, costumam ser as mesmas do site original.

Para os vendedores, o marketplace é bem benéfico.

Suas vantagens são grandes, e já foram mencionadas acima, mas também existem certas desvantagens.

O marketplace é bem simples de usar e provavelmente gerará muitas vendas, mas é importante tomar um certo cuidado para não negligenciar a própria loja. Ela é importante para gerar credibilidade, e cultivar clientes mais fiéis.

Outra possível desvantagem é o pouco peso que a sua marca pode ter dentro do marketplace. Porém, isso pode ser contornado. Ao entregar os produtos inclua brindes que reforcem a sua marca, e na própria página, consulte o que pode ser feito para destacar a sua personalidade em cada foto.

Esse modelo é interessante, pois as desvantagens podem, teoricamente, até se transformar em vantagens.

Como começar a usar o marketplace?

Para os vendedores que querem começar a usar esse modelo de vendas, o procedimento é extremamente simples. A grande maioria dos portais brasileiros que oferecem esse serviço, possuem um formulário que pode ser preenchido para quem tem interesse em participar do marketplace. Nesse caso, você destaca a sua intenção de trabalhar como fornecedor.

O primeiro contato é bem simples. Em grande parte dos sites o procedimento é o mesmo, e são solicitadas informações como o CNPJ da empresa e outros formas de identificação, como a razão social, além do segmento de atuação e uma estimativa do tempo de entrega do produto.

Além dessas informações, a loja costuma sempre pedir uma série de documentos para garantir a sua segurança, ou seja, ela precisa ter certeza que trabalhará com uma empresa de qualidade e com todas as obrigações em dia. Por conta disso, é comum que ela solicite:

  • Comprovante de Inscrição Estadual e na Receita Federal;
  • Certidões Negativas de Débitos: Tributários, Previdenciários e Trabalhistas;
  • Consulta Pública ao Cadastro do Estado;
  • Declaração do Regime Tributário.

Isso é apenas o básico. Esses documentos podem variar de acordo com a loja, ou até mesmo de acordo com o produto que será comercializado. Então, o processo segue com a aprovação. Novamente, isso pode variar de loja para loja. Algumas são mais burocráticas, outras são um pouco mais automáticas. Neste momento é feito também a negociação da parte das vendas que cabe ao marketplace.

De qualquer forma, o próximo passo é a venda dos produtos.

Como ocorre a venda em um marketplace?

Uma vez que o pedido seja aprovado, a loja entrará em contato para receber mais informações específicas sobre os produtos que irão ser vendidos e dar início a essa operação. De maneira bem simples, o processo ocorre da seguinte forma:

  1. 1 – O marketplace registra as informações e divulga os produtos para os clientes;
  2. 2 – O cliente faz a compra através do site, como se fosse qualquer outra;
  3. 3 – A cada pedido aprovado, você recebe uma confirmação;
  4. 4 – Ao final do mês, você recebe o dinheiro referente a todas as vendas, menos o percentual que é retido pelo marketplace, que foi discutido acima.

Para facilitar ainda mais esse processo, existe um recurso muito famoso chamado de Split. Este ocorre normalmente quando um cliente faz uma compra com diversos produtos.

Quando isso ocorre a divisão é feita de maneira automática. O pagamento é dividido entre todas as partes envolvidas; o marketplace recebe a comissão de ambos e cada loja recebe o percentual referente ao seu produto. Com isso, o cliente só precisa fazer uma compra e todos são pagos de maneira rápida e justa.

Maiores MarketPlace do Brasil

Por fim, para complementar é importante saber alguns dos maiores players deste mercado no Brasil. Diversas lojas bem tradicionais oferecem esse serviço e antes de começar, você pode pesquisar um pouco mais sobre estas, e encontrar o marketplace mais interessante para você e seu produto.

Alguns dos principais são:

  • Amazon;
  • Americanas;
  • Casas Bahia;
  • Centauro;
  • Extra;
  • Netshoes;
  • Ponto Frio;
  • Submarino;
  • Walmart;
  • Magazine Luiza.

Existem diversas opções, por isso, escolha muito bem a que se enquadra melhor a você, e procure a que oferece a melhor taxa de comissão. Pesquise bem o marketplace da sua escolha e não tenha medo de seguir com mais de uma opção. Praticamente não existe nenhuma restrição na venda em marketplaces.

Não existe exclusividade por loja, e você vender produtos que já estão sendo vendidos. Portanto, escolha sempre a melhor opção para você.

O Marketplace é um ótimo local para começar as vendas, especialmente para quem está iniciando no ramo da venda online, e ainda não tem uma presença de marca tão forte no mercado e na mentalidade dos clientes.

Essa á uma grande oportunidade de movimentar o seu produto, e começar a divulgação a partir das vendas.

Nesse ambiente, você pode vender com segurança e apoio de uma loja muito bem estabelecida, que irá cuidar de praticamente todo o aspecto técnico. Você precisa apenas garantir que consegue escoar os produtos conforme os pedidos chegam. Isso é bem trabalhoso, já que o volume deve aumentar bastante.

De qualquer forma, é uma ótima oportunidade para ganhar um pouco de experiência com as vendas online, enquanto trabalha a sua loja própria para ficar ainda mais forte.

Para ter a sua loja virtual cada vez mais forte, o nosso curso está pronto para atendê-lo. Aqui você irá aprender tudo sobre como manter um ponto de venda próprio, desde a criação de um market Place até até como manter uma loja virtual, e o marketing para aumentar as vendas. Confira no nosso site, a nossa plataforma de cursos, e se matricule em uma das opções gratuitas para já começar a aprender.

Curso Conteúdo

Expandir

Sobre o Instrutor

Flavio

63 Cursos

+288 matriculado
Não Inscrito

Curso Inclui

  • 14 Lições
  • 127 Tópicos
Seja atendido no WhatsApp